Des. Raimundo Nonato Silva Santos é homenageado pelo COJE

Recebeu a homenagem o corregedor regional eleitoral do Ceará e vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), desembargador Raimundo Nonato Silva Santos

COJE celebra 10 anos em cerimônia no TRE-MS

O Colégio de Ouvidores da Justiça Eleitoral (Coje) comemorou uma década de sua fundação na última sexta-feira (17) no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), em cerimônia híbrida. Na ocasião, autoridades foram agraciadas com a Comenda Comemorativa dos 10 anos do Coje, pela prestação de relevantes serviços à Justiça Eleitoral. Recebeu a homenagem o corregedor regional eleitoral do Ceará e vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), desembargador Raimundo Nonato Silva Santos. O magistrado foi o primeiro presidente do Coje.

O Colégio, que é presidido, atualmente, pela ouvidora substituta do TRE-CE, Kamile Moreira Castro, organizou a comemoração em parceria com a Ouvidoria do TRE-MS.

Solenidade

A cerimônia contou com a participação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, além do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Reynaldo Soares da Fonseca, do presidente do TRE-MS, desembargador Paschoal Carmello Leandro, do 1º secretário do Coje e ouvidor do TRE-MS, Juiz Daniel Castro, do presidente do Tribunal de Justiça (TJMS), desembargador Carlos Eduardo Contar, da presidente do Colégio de Ouvidores da Justiça Eleitoral, Kamile Moreira Castro e da presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Juíza Renata Gil.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, ao proferir a Conferência Magna, destacou a importância da Ouvidoria que “asseguram que o trabalho da Justiça Eleitoral esteja em sintonia com as aspirações da cidadania de forma exigente e atenta aos seus direitos, e seu trabalho mostra-se ainda mais relevante na era da 'pós-verdade'”.

Ao final, o presidente do TRE-MS agradeceu e destacou que os nomes que receberam a Comenda Comemorativa carregam o reconhecimento pela contribuição e pelo desenvolvimento da Justiça Eleitoral.

Ainda, na oportunidade, foi lançado o livro “COJE, Informação e Sustentabilidade: Edição especial de 10 anos”, que conta com o apoio da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O evento, que foi transmitido ao vivo pelo canal do TRE-MS no YouTube (para assistir clique aqui), recebeu presencialmente apenas os(as) homenageados(as) e palestrantes da diretoria em virtude da pandemia de covid-19.

COJE

O Colégio de Ouvidores da Justiça Eleitoral (Coje) foi fundado no dia 16 de setembro de 2011, na cidade de Fortaleza, com o objetivo de fomentar a atuação das Ouvidorias da Justiça Eleitoral, sempre com transparência, visão sistémica, ética, responsabilidade corporativa, a fim de difundir o instituto de participação social, propondo diretrizes para uniformizar as ações das ouvidorias eleitorais no país.

 

Texto e foto: TRE-MS

 

#PraTodoMundoVer

Foto das pessoas que participaram presencialmente do evento. Estão em pé no palco e usam máscara. Os(As) agraciados(as) seguram a comenda e exibem as medalhas. Atrás, um telão projeta o selo comemorativo dos 10 anos do Coje e a identidade visual da entidade.

Últimas notícias postadas

Recentes