TRE-CE recebe equipe do TRE-GO para implantação de Business Intelligence

A parceria visa a transmissão de conhecimento para a criação dos painéis de BI e aprimoramento das práticas de governança

A parceria visa a transmissão de conhecimento para a criação dos painéis de BI e aprimoramento d...

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará  recebe, nesta semana, especialistas do Laboratório de Inovações do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás para implantação da ferramenta de gestão Business Intelligence – B.I. A parceria visa a transmissão de conhecimento para a criação dos painéis de BI e aprimoramento das práticas de governança.

O corregedor regional eleitoral do Ceará, desembargador Raimundo Nonato Silva Santos, o diretor-geral, Hugo Pereira Filho, o secretário da Corregedoria, Pedro Bruno Trigueiro, e a assessora-chefe da Presidência do TRE-CE, Cecília Arruda, deram as boas-vindas aos visitantes na reunião inicial.

Ferramenta

Os painéis facilitarão o gerenciamento de dados envolvendo estatísticas processuais, gestão de documentos, dentre outros. Além disso, a ferramenta disponibiliza, "em apenas um clique", informações necessárias para o gerenciamento do Tribunal, através de painéis customizáveis em níveis estratégicos, táticos e operacionais. Como os dados se referem a cada estado, seu cruzamento confere personalidade para cada realidade.

A colaboração institucional da Justiça Eleitoral de Goiás já compartilhou os painéis de soluções tecnológica B.I. desenvolvidos pela equipe goiana com diversas instituições parceiras, tais como: Tribunal Superior Eleitoral, Tribunais Regionais Eleitorais do Mato Grosso, Piaui, Roraima, Mato Grosso e Bahia.

Business Intelligence

É uma ferramenta de gestão utilizada para acompanhamento e monitoramento de informações orçamentárias, administrativas e estratégicas que, no âmbito do Poder Judiciário, contribui para o aperfeiçoamento da atividade jurisdicional.

Em 2020, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu, por meio da Resolução nº 333/2020, que os tribunais devem destacar dados estatísticos em seus portais por meio da ferramenta B.I. A ideia é, por exemplo, facilitar o acesso às informações consolidadas pelos órgãos do Poder Judiciário para a tomada de decisões com base em dados atuais, confiáveis e disponíveis em um mesmo espaço, além de conferir ainda mais transparência aos seus atos.

Com informações do TRE-GO

 

#PraTodoMundoVer

Foto feita na Sala de Sessões do TRE-CE, a partir de um ângulo diagonal traseiro. À frente, em pronunciamento, o diretor-geral, Hugo Pereira, e o o coordenador do TRE-GO, José Carlos, ambos usam terno e gravata e estão de pé. Na plateia, servidores do TRE e a equipe do TRE-GO. Na foto, esses estão sentados e de costas.

Últimas notícias postadas

Recentes