A urna eletrônica como um instrumento para o exercício da cidadania é tema de Live da EJE

O objetivo do encontro foi sensibilizar a juventude para atuar como multiplicadora de informação e participar ativamente do processo democrático

Banner Ascom/TRE-CE. Descrição da imagem no texto da notícia

Como ação da X Campanha de Educação Política e Alistamento Eleitoral, do Programa Eleitor do Futuro, a Escola Judiciária Eleitoral do Ceará (EJE), em parceria com a Secretaria de Educação do Estado do Ceará, promoveu a live “Urna Eletrônica: muito mais que segurança, um instrumento para o exercício da cidadania”, com palestra conduzida pela coordenadora de Eleições do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), Edna Saboia. O evento, que teve como público-alvo jovens eleitoras e eleitores do Ceará, foi transmitido na última quarta-feira, dia 23/6, pelo Canal do TRE-CE no YouTube.

O objetivo do encontro foi sensibilizar a juventude para atuar como multiplicadora de informação e participar ativamente do processo democrático, seja por meio do alistamento ou seja por meio de engajamento em ações cidadãs.

Palestra

O diretor da EJE, juiz Roberto Viana, abriu o evento dando boas-vindas às alunas e aos alunos da Rede Estadual de Ensino do Ceará e agradeceu a parceria de Edna Saboia e o apoio da Secretaria da Educação. O magistrado falou ainda sobre a X Campanha de Educação Política e Alistamento Eleitoral do Programa Eleitor do Futuro e destacou o atendimento remoto de alistamento eleitoral, realizado por meio da ferramenta Título Net.

Roberto Viana também frisou sobre a importância dos(as) jovens no processo democrático. O juiz pontuou: "a ideia fundamental é que a juventude, ou seja, vocês sejam esse agente multiplicador das informações aqui repassadas e que vocês tenham a oportunidade de participar ativamente do processo democrático, não só votando, na condição de eleitor alistado, mas também participando ativamente através de grêmios estudantis e de outras instâncias de participação". O diretor da EJE concluiu: "Cada vez mais, nossa democracia precisa da nossa participação".

Na sequência, Edna Saboia iniciou sua apresentação fazendo a descrição da sua imagem, com intuito de contribuir para uma comunicação acessível e inclusiva para todas e todos participantes. Em seguida, salientou a parceria e o zelo da EJE em capacitar servidoras, servidores, magistradas, magistrados e a sociedade em geral sobre temas tão importantes como o da urna eletrônica.

A coordenadora, em sua exposição, após descrever os slides, fez uma breve contextualização sobre a trajetória da urna no processo eleitoral brasileiro e destacou a logística organizada para uma eleição. Sobre esse ponto, Edna Saboia expôs ainda dados referentes às Eleições 2020, realizadas em um cenário de pandemia, em que 147.032.645 eleitores(as) votaram em 5.567 municípios do Ceará com segurança e respeito às normas sanitárias indicadas pelo Tribunal Superior Eleitoral e estabelecidas pelos governos federais, estaduais e municipais. Ela ainda enfatizou que, entre esses(as) eleitores(as), 1.281.611 eram pessoas com deficiência exercendo a cidadania com acessibilidade e 9.985 pessoas votando com o nome social.

A palestrante também explicou sobre o voto de legenda, o voto nominal e os votos considerados válidos. Em seguida, a coordenadora apresentou alguns casos acerca dos mitos e verdades sobre o processo eleitoral para elucidar situações em que se constata a desinformação. Na ocasião, também foram apresentadas as vantagens e desvantagens do voto impresso.

Ao final, Edna Saboia destacou que a urna eletrônica é um instrumento de democracia. Para ela, "a urna eletrônica é muita segura, pois, em 25 anos, não houve registros de fraude". Ela ainda enfatiza que "é necessário que eleitoras e eleitores busquem informações. Votem informados(as), pois o grande problema ainda é a desinformação".

 

#PraTodoMundoVer

Banner retangular de fundo cinza. Na parte superior, à esquerda, o símbolo do YouTube e a palavra Palestra, em letras verdes; e, à direita, a logo do TRE-CE. Abaixo, alinhado à esquerda e escrito com letras pretas, o título: Urna eletrônica: muito mais que segurança, um instrumento para o exercício da cidadania. Na parte inferior do banner, montagem com os prints das imagens de perfil e em plano médio, da esquerda para direita, do juiz Roberto Viana e da Edna. O magistrado tem cabelos grisalhos, usa óculos, camisa branca e blazer preto. Edna tem cabelos longos ondulados e loiros, usa óculos e blusa azul com mangas.

Últimas notícias postadas

Recentes