TRE-CE aprova seu Planejamento Estratégico para o período 2015-2020

Fotos desembargadora Iracema do Vale
Desa. Iracema do Vale conduziu os trabalhos da Corte, que aprovou o Planejamento Estratégico do TRE

A Corte do TRE aprovou na sessão desta quinta-feira, 11/12, a Resolução nº 579/2014, que dispõe sobre a atualização do Planejamento Estratégico para o período 2015-2020, no âmbito da Justiça Eleitoral do Ceará. A desembargadora Maria Iracema Martins do Vale, presidente do TRE, por meio de mensagem (arquivo PDF) pronunciada na sessão, ressaltou a importância desse instrumento para a boa gestão da instituição, afirmando que "definir a estratégia de uma organização significa identificar o melhor caminho a ser seguido para consolidar a sua legitimidade ao longo do tempo".

Sobre a aprovação do novo Planejamento Estratégico, a desembargadora Iracema do Vale destacou também que "esta decisão está sendo tomada com muita segurança, pois a implementação deste plano a partir de 2015 está em boas mãos. O desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes, a quem tenho a honra de entregar a Presidência desta Casa brevemente, saberá, com a grande acuidade administrativa que tem demonstrado em toda sua trajetória profissional, colocá-lo em prática por meio de ações concretas e alinhadas às novas diretrizes institucionais, muitas das quais já estão em andamento como o cadastramento biométrico dos eleitores do Estado e a construção da nova sede do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará."

O processo de atualização do Planejamento Estratégico ocorreu dentro do contexto de revisão da Estratégia Nacional do Poder Judiciário, nos termos previsto pela Resolução 198, de 1º de julho de 2014. A formulação da nova estratégia da Justiça Eleitoral do Ceará utilizou-se da metodologia do Balanced Scorecard (BSC) combinada com a análise de cenários prospectivos.

A partir do desdobramento da Estratégia Nacional, a Justiça Eleitoral do Ceará assume 8 macrodesafios distribuídos nas seguintes perspectivas de atuação: Sociedade, Processos Internos e Recursos. Cada perspectiva engloba um conjunto de macrodesafios que retratam os principais desafios a serem enfrentados pela Justiça Eleitoral do Ceará no alcance de sua visão de futuro e no cumprimento de sua missão institucional, conforme relação a seguir.

SOCIEDADE:

1- Garantia dos direitos da cidadania

PROCESSOS INTERNOS:

2- Combate à corrupção e à improbidade administrativa
3- Fortalecimento da segurança do processo eleitoral
4- Celeridade e produtividade na prestação jurisdicional

RECURSOS:

5- Melhoria da gestão de pessoas
6- Aperfeiçoamento da gestão de custos
7- Instituição da governança judiciária
8- Melhoria da estrutura e governança de TIC

Uma importante inovação desse Planejamento Estratégico é a adoção do novo modelo de mensuração de desempenho institucional que consiste no desdobramento de indicadores de desempenho com o propósito de mensurar tanto o grau de desenvolvimento institucional quanto a atuação nos diversos macrodesafios e o desempenho das diversas áreas técnicas do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará.

Últimas notícias postadas

Recentes