TRE-CE lança Projeto Universidade Amiga da Democracia

As atividades executadas pelos acadêmicos resultarão em, no mínimo, 30 horas extracurriculares

Banner grande para destaque maior no portal

Com o objetivo de atrair mesários voluntários e garantir a participação cidadã de estudantes universitários no processo democrático, o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), através da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), lançou nesta quarta-feira, 9/9, durante a sessão plenária, o Projeto Universidade Amiga da Democracia.

Segundo o presidente do TRE-CE, desembargador Haroldo Máximo, "a finalidade precípua é estabelecer uma parceria entre o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, através da Escola Judiciária Eleitoral, e as universidades interessadas, as quais incluirão, como opção de atividade complementar aos seus alunos, a participação cidadã destes no processo eleitoral, onde trabalharão como mesários, auxiliares ou colaboradores da Justiça Eleitoral".

O diretor da EJE, juiz Roberto Viana Diniz de Freitas, ressalta: "Sabemos que educação conhecimento e democracia são valores indissociáveis e, sobretudo, nesse momento que precisamos trazer para o jovem a valorização da democracia, para que ele entenda o trabalho da Justiça Eleitoral, nessa missão tão importante de preservar a lisura do processo eleitoral e, consequentemente, da qualidade da nossa democracia representativa".

Universidade Amiga da Democracia

A ideia surgiu a partir de iniciativa já adotada no TRE do Paraná, em que faculdades e universidades públicas e privadas, cujo ensino seja presencial, semipresencial e/ou a distância, são convidadas a aderir ao projeto, caso possuam em suas grades curriculares a previsão de horas extracurriculares a serem preenchidas através de atividades complementares de cumprimento obrigatório pelos acadêmicos.

Para participar, a instituição de ensino deve preencher o formulário de adesão e seguir as demais orientações disponíveis no portal do TRE-CE, anexando documentos de constituição e regularidade da instituição e/ou contrato social e/ou estatuto social, além de cópia do documento de identidade de seu representante legal.

As atividades executadas pelos universitários compreenderão, além dos trabalhos inerentes às funções de mesário, auxiliar ou colaborador, tanto no primeiro turno quanto no segundo, se houver, o treinamento presencial e/ou virtual fornecido pela Justiça Eleitoral, que lhes concederá, em contrapartida, o mínimo de 30 horas extracurriculares. A efetivação dessa relação de parceria proporcionará o desenvolvimento do espírito cívico dos participantes, sendo fonte de conhecimento da democracia na prática e uma troca frutífera de experiências sociais.

Vantagens da adesão ao projeto

Dentre as vantagens estão:

  • Incentivo aos jovens sobre a importância do trabalho voluntário;
  • Democratização do conhecimento;
  • Oportunidade de conhecimento e integração entre universitários e Poder Judiciário;
  • Incentivo ao pleno exercício da cidadania, potencializando os resultados acadêmicos e profissionais de cada indivíduo;
  • Construção de uma cultura política transformadora e participativa;
  • Promoção da responsabilidade social;
  • Possibilidade de colocar os alunos em contato com problemas de alta relevância social, fomentando a reflexão e a busca por soluções;
  • Consolidação e aperfeiçoamento da democracia.

Durante a execução do convênio, estão previstas visitas de servidores do TRE-CE, sob a supervisão da Escola Judiciária Eleitoral, às universidades, para realizarem exposições dialogadas sobre temas selecionados pelos próprios universitários. As interações serão realizadas por intermédio de rodas de conversa, no estilo de bate-papo dos jovens. A Justiça Eleitoral ou as universidades poderão convidar influenciadores, jornalistas ou pessoas com destaque nas áreas de cultura, educação, esporte, dentre outras, para participarem da conversa a fim de estimular a participação efetiva do universitário.

 

#PraTodosVerem Banner, na horizontal, com fundo desfocado na cor cinza. No canto esquerdo, imagem de uma universitária vestindo beca e cabelos pretos. Na imagem, o ângulo permite ver a estudante de costas. À direita da foto da universitária, na vertical, de cima para baixo, as logos do TRE-CE e das Eleições 2020. No canto direito do banner, o título "Universidade amiga da democracia", em caixa alta e letras brancas, organizado sobre tarjas nas cores rosa, roxa e amarela. De cima para baixo, na tarja rosa (a palavra "Universidade", com a letra "i" maiúscula e amarela com uma linha ondulada embaixo, na mesma cor); na tarja roxa (a descrição "amiga da", com a letra "i" maiúscula e verde com uma linha ondulada embaixo, na mesma cor); e na tarja amarela (a palavra "democracia").

Últimas notícias postadas

Recentes