Dirigentes do TRE reforçam prazo e importância do comparecimento dos eleitores

As inscrições eleitorais de quem não comparecer serão canceladas após a sentença e a homologação da revisão

TRE-CE coletiva mutirão centro de eventos 2019 biometria

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral Ceará, desembargador Haroldo Máximo, o vice-presidente e corregedor, desembargador Inácio Cortez, a juíza eleitoral e presidente da revisão biométrica de Fortaleza, Rosa Mendonça, e a coordenadora de Atendimento ao Eleitor, Lorena Belo, concederam na manhã deste sábado, 23/11, entrevista coletiva para divulgar o balanço parcial de atendimentos no Mutirão da Biometria e avaliar a reta final do cadastramento biométrico em Fortaleza.

Inicialmente, o presidente do TRE, desembargador Haroldo Máximo, reforçou que não haverá a prorrogação do prazo da revisão biométrica da capital e que os eleitores precisam buscar atendimento o quanto antes. O magistrado também destacou o trabalho de planejamento, iniciado em 2014, e a descentralização do atendimento com a abertura de novos postos. Ele agradeceu as parcerias para a realização do mutirão: Governo do Estado, Secretaria Estadual de Turismo, Prefeitura de Fortaleza, as empresas privadas M. Dias Branco, Indaiá e Café Santa Clara. E finalizou com reconhecimento especial aos servidores e colaboradores da Justiça Eleitoral pelo empenho ao longo de todo o período e no mutirão.

Em seguida, o vice-presidente e corregedor, desembargador Inácio Cortez, explicou o procedimento formal posterior ao final do prazo. “As inscrições eleitorais de quem não comparecer serão canceladas após a sentença e a homologação da revisão”.

A juíza eleitoral, Rosa Mendonça, apresentou o balanço parcial da biometria. O eleitorado atual de Fortaleza é de 1.805.214, com biometria são 1.350.810 eleitores (74,8%) e o total sem biometria é de 454.810. Em doze dias de mutirão, foram atendidos no Centro de Eventos 67.228 eleitores. Durante um ano de funcionamento, a Central de Atendimento ao Eleitor recebeu 47.711 eleitores sujeitos à revisão. “A meta desejada pelo TRE é de 80% e foi definida considerando as abstenções da última eleição somadas aos eleitores já cancelados que ainda constam no cadastro, os falecidos e os transferidos”.

De novembro de 2018 até agora, a capacidade de atendimento do TRE incluindo todos os locais, era de 1.021.120 eleitores, mas foram revisados apenas 454.976, apesar de toda divulgação e empenho do TRE na convocação dos eleitores.

Por fim, a coordenadora de Atendimento ao Eleitor, Lorena Belo, reiterou a importância de se aproveitar a estrutura montada no Centro de Eventos, com 120 guichês e corpo funcional com mais de 200 pessoas. Ela estabeleceu a diferença entre o prazo final da biometria e o fechamento nacional do cadastro eleitoral. "6 de maio é data a partir da qual nenhuma unidade da Justiça Eleitoral de todo o país realiza atendimento ao eleitor, a não ser a emissão de segunda via. Qualquer pessoa que alcance 6 de maio em situação de cancelamento não vai conseguir votar em outubro de 2020. Nós estamos falando de uma eleição municipal, quando elegeremos prefeito e vereadores, e sabemos o apelo de comparecimento que um pleito municipal tem".

Serviço

MUTIRÃO DA BIOMETRIA

Local: Centro de Eventos do Ceará

Horário do atendimento: a partir das 8h, limitado à capacidade de atendimento (7 a 8 mil eleitores)

Até 29 de novembro de 2019

Últimas notícias postadas

Recentes