Carta do Coptrel Natal define proposições para Justiça Eleitoral

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargador Haroldo Máximo, participou do evento

#PraCegoVer: Fotografia oficial do encontro de presidentes dos Regionais Eleitorais

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargador Haroldo Máximo, juntamente com os presidentes dos TREs de todos os estados brasileiros reuniram-se em Natal/RN na última semana para participar do 77° Coptrel.  Também participaram o diretor-geral do TRE-CE, Hugo Pereira Filho, o assessor jurídico da Presidência do tribunal, Caio Silva Guimarães, e a assessora de imprensa, Aline Martins.

Ao final do evento, como de costume a cada encontro do colégio de presidentes, uma carta foi escrita com as proposições que surgiram a partir das deliberações acerca de temas de interesse da Justiça Eleitoral.

Dentre os pontos destacados na carta, estão a regulamentação da utilização de aplicativos de mensagem instantânea; o incentivo à participação da mulher na política brasileira; a preocupação com a exclusão da lei de diretrizes orçamentárias destinada à aquisição de urnas eletrônicas; o estímulo à realização de estudos para viabilizar a supressão do comprovante do caderno de votação; e a otimização do sistema Elo. Confira na íntegra a “Carta de Natal”: clique aqui.

O 77º Coptrel, sediado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), foi uma edição bastante elogiada pelos participantes no que se refere à organização e à programação. Durante os dias de evento, os presidentes, diretores-gerais e assessores de comunicação dos TREs participaram de reuniões e exposições marcadas pelas temáticas de inovação e sustentabilidade, sempre com foco as Eleições 2020. Na abertura, ocorreu a conferência do ministro do Tribunal Superior Eleitoral Tarcísio Vieira de Carvalho Neto sobre "Os desafios da Legislação Eleitoral".

Já o segundo dia de atividades contou com palestras dos ministros Marcelo Navarro Ribeiro Dantas (STJ) e Luiz Alberto Gurgel de Faria (STJ), que falaram, respectivamente, sobre “Desafios da efetividade da Jurisdição” e “Jurisdição e Inteligência Artificial”. Além disso, o jornalista Gaudêncio Torquato conduziu o painel “A Justiça Eleitoral na visão da imprensa”. O evento proporcionou ainda bastante troca de experiências entre os tribunais, que compartilharam as boas práticas e as iniciativas de sucesso de cada regional.

 

Com informações do TRE-RN

Últimas notícias postadas

Recentes