TRE inicia Ciclo de Revisões Biométricas em Quixeramobim

A revisão no município seguirá até 22 de novembro de 2019. Dos 56.533 eleitores, apenas 6.944 fizeram a biometria

Biometria Quixeramobim

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) realizou, nesta sexta-feira, 8/2, em Quixeramobim, o lançamento estadual do Ciclo de Revisões Biométricas 2019/2020. O vice-presidente e corregedor, desembargador Inácio de Alencar Cortez Neto, presidiu a audiência pública de implementação do recadastramento biométrico no município. O magistrado apresentou o Projeto Biometria à audiência e ressaltou a importância de os eleitores não deixarem para última hora.

Na ocasião, a juíza eleitoral de Quixeramobim, Kathleen Nicola Kilian, reiterou as palavras do corregedor e agradeceu aos presentes que lotaram o auditório da Escola Profissionalizante José Alves da Silveira, e que serão "multiplicadores da mensagem da Justiça Eleitoral".

Em seguida, a coordenadora de Administração do Cadastro Eleitoral, Lorena Belo, apresentou dados e informações técnicas, bem como projeções de atendimento para o cumprimento da meta do TRE-CE, que é atender pelo menos 80% dos eleirores do município. Muitas foram as dúvidas ao final respondidas, especialmente, acerca das consequências do cancelamento do título e capacidade de atendimento.

Participaram também da solenidade o juiz auxiliar da Corregedoria, Rommel Moreira Conrado, a secretária da Corregedoria Regional Eleitoral, Cecília Arruda, a assessora da Vice-presidência do TRE-CE, Érita de Vasconcelos, o prefeito de Quixeramobim, Clébio Pavone, vereadores, professores, estudantes e agentes de saúde.

Quixeramobim

A revisão no município seguirá até 22 de novembro de 2019. Dos 56.533 eleitores, apenas 6.944 fizeram a biometria, o que representa 12% do total.

Procedimento

No processo de revisão biométrica, os eleitores são obrigados a fazer o recadastramento através da coleta de dados biométricos. É necessário levar um documento de identificação oficial com foto e o comprovante de residência atualizado.

Se perderem o prazo, terão o título cancelado e ficam impedidos de tirar passaporte, fazer matrícula em instituições de ensino superior, pedir empréstimos em bancos públicos, podem ainda ter restrições no CPF, dentre outras implicações.

O TRE-CE esclarece aos eleitores que o atendimento pode ser agendado através do telefone 148 ou na página do tribunal.

Últimas notícias postadas

Recentes