Cultura e cidadania marcam o encerramento da 7ª Semana da Justiça Eleitoral

Encerramento da 7ª Semana da JE

encerramento da Semana da JE
Alunos de várias escolas se apresentaram na Semana da JE

Música, dança, arte e cidadania encerraram, na manhã desta sexta-feira, 29/9, na Praça do Ferreira, as apresentações da 7ª Semana da Justiça Eleitoral do Ceará. Eleitores que aguardavam atendimento e frequentadores da Praça prestigiaram o último dia de apresentações do evento. 

Primeira atração a se apresentar, o grupo musical Bamac, composto por dançarinos e músicos que se apresentam ao ar livre com movimentos corporais, trouxe como tema figurinos, músicas e performances do filme Vingadores: Guerra Infinita, que irá estrear em breve nos cinemas. Para Cássio Alves, regente da banda, o mote da apresentação busca levar uma mensagem de resgate a crianças e jovens. “Se não pudermos defendê-los, nós vamos vingá-los. Nós já perdemos muitos jovens por conta do tráfico e de más influências, então ‘vingar’ quer dizer que vamos fazer com que outras pessoas não caiam no mesmo mau caminho”, resume. 

A Bamac de Maranguape é composta por alunos e ex-alunos do Caic Senador Carlos Jereissati. A banda possui 90 alunos engajados em um trabalho voluntário de levar a música por todo o Brasil, mesclando elementos do cinema e de outras artes. Eles já participaram de campeonatos de bandas, levando títulos estaduais, regionais e nacionais. Envolvida nas atividades do Programa Eleitor do Futuro, a escola já realizou em sua própria sede o trabalho de recadastramento biométrico e para o coordenador geral da banda e professor Henrique Almeida, a iniciativa do TRE é de grande “ajuda aos alunos que não têm condições de ir até o TRE, então o órgão vem até eles”. 

Cantando as riquezas de Fortaleza e do Ceará com composições de Heitor Villa-Lobos, Belchior e Ary Barroso, bem como exaltando valores como respeito e amizade, a escola estadual Patronato da Sagrada Família, do bairro Antônio Bezerra, apresentou-se com o grupo Acordes Instrumental. Acompanhado da professora e regente, Diany Gomes, o grupo embalou a manhã com músicas nacionais, internacionais, populares e eruditas. “Nós estamos trabalhando e lutando para que a música não morra dentro das escolas, para que todos estejam cientes de que isso é cidadania”, afirma.  

Vitória Moreira, componente do Acordes há três anos, manifesta o desejo do grupo de “trazer às pessoas o sentimento de amor e fraternidade e para relembrar a cultura do nosso país”. Ao final das apresentações, os regentes das bandas, Cássio Alves e Diany Gomes, foram homenageados pela EJE com a entrega do diploma Escola Amiga da Democracia. 

Balanço 

O coordenador da Escola Judiciária Eleitoral, Humberto Mota Cavalcanti, comemorou e citou motivos que levaram ao sucesso da realização do evento, como a ampliação da estrutura, “que proporcionou maior conforto aos eleitores”, uma equipe de terceirizados atuando todos os dias, “favorecendo a agilidade no atendimento, que atingiu uma média de mais de 300 eleitores por dia” e a divulgação de atendimentos descentralizados na capital para quem não podia aguardar durante o evento. Para as próximas edições, o coordenador da EJE adiantou que haverá ampliação do horário de apresentações das escolas.

Últimas notícias postadas

Recentes