TRE suspende atendimento da biometria em Fortaleza no período de 13 a 21 de novembro

TRE suspende atendimento da biometria em Fortaleza no período de 13 a 21 de novembro

TRE-CE atendimento biometria CEATE
Eleitora em atendimento na CEATE de Fortaleza

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará informa que no período de 13 a 21 de novembro está suspenso o cadastramento biométrico dos eleitores em Fortaleza e em mais quatro municípios - Saboeiro, Orós, Monsenhor Tabosa e Iracema - para a redistribuição do eleitorado, dentre outros atos administrativos, a fim de instalar as novas zonas remanejadas do interior para a capital.

O cronograma para a instalação das quatro novas zonas na capital está normatizado no Provimento CRE-CE nº 22/2017, assinado pelo vice-presidente e corregedor regional eleitoral, desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo.

Pelo cronograma, no período de 13 a 21 de novembro de 2017, os serviços de alistamento eleitoral, transferência de domicílio e segunda via estão interrompidos para a redistribuição do eleitorado da capital e, no caso das zonas extintas, os dados e processos serão direcionados às zonas que as receberão.

O TRE-CE esclarece ainda que nos demais municípios do Estado o atendimento aos eleitores permanece normal neste período de 13 a 21 de novembro, inclusive em Caucaia, segundo maior eleitorado do Ceará, onde o cadastramento biométrico será obrigatório para as próximas eleições.

Retomada do Atendimento

Os postos de atendimento em Fortaleza, Saboeiro, Orós, Monsenhor Tabosa e Iracema funcionam, de 13 a 21/11, apenas para as seguintes operações: consultas ao cadastro eleitoral, expedição de certidões e emissão de GRU, cabendo ainda ao respectivo Juízo Eleitoral, caso haja solicitação, em situações de urgência, emitir certidão circunstanciada. Dia 22/11 é a previsão para a retomada do atendimento de todos os serviços aos eleitores de Fortaleza e dos demais municípios, com o retorno do cadastramento biométrico.

Rezoneamento

Por determinação do Tribunal Superior Eleitoral, o TRE-CE realizou estudos e concluiu pela extinção de 14 zonas eleitorais e remanejamento de 4 zonas para Fortaleza. As zonas 80ª (Saboeiro), 85ª (Orós), 93ª (Monsenhor Tabosa) e 95ª (Iracema) se juntarão às zonas já existentes, na capital: 1ª, 2ª; 3ª; 82ª; 83ª; 94ª; 112ª; 113ª; 114ª; 115ª; 116ª; 117ª e 118ª. Assim, Fortaleza, que hoje tem 13 Zonas, passará a contar com 17 Zonas Eleitorais. O Estado do Ceará ficará com o total de 109 Zonas Eleitorais.

Confira o mapa das zonas em Fortaleza, que sofrerá alterações por conta do remanejamento das novas zonas redistribuídas nos bairros da capital. Os eleitores das zonas extintas, que serão remanejadas para Fortaleza, pertencerão às seguintes Zonas Eleitorais:

- Saboeiro - 43ª Zona Eleitoral (sede em Jucás)

- Orós - 15ª Zona Eleitoral (sede em Icó)

- Monsenhor Tabosa - 61 ª Zona Eleitoral (sede em Tamboril)

- Iracema - 86ª Zona Eleitoral (sede em Alto Santo)

Outras Mudanças

Foram extintas as seguintes zonas eleitorais no interior: Cedro (34ª ZE); Jardim (42ª ZE); Pereiro (51ª ZE); Ubajara (56ª ZE); Ipaumirim (58ª ZE); Pacoti (77ª ZE); Saboeiro (80ª ZE); Orós (85ª ZE); Mucambo (87ª ZE); Parambu (90ª ZE); Monsenhor Tabosa (93ª ZE); Iracema (95ª ZE); Itaitinga (100ª ZE); Jati (102ª ZE) Paraipaba (103ª ZE); Ocara (106ª ZE); São Luís do Curu (107ª ZE) e Banabuiú (110ª ZE). Veja as mudanças realizadas e para quais zonas serão transferidos esses municípios.

Últimas notícias postadas

Recentes