TRE-CE realiza audiência pública e inicia o recadastramento biométrico em Aurora e Barro

Início de revisão eleitoral em Aurora e Barro, municípios do CE

Início da revisão eleitoral no município de Aurora-CE
Audiência pública em Aurora, que deu início à revisão eleitoral no município

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará realizou na manhã desta quinta-feira, 31/8, audiência pública no município de Aurora, conduzida pela presidente do TRE-CE, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, ao lado do vice-presidente e corregedor regional eleitoral, desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo, que marcou o início do recadastramento biométrico dos 20.633 eleitores da 69ª Zona Eleitoral.

O auditório da Escola Técnica de Aurora, onde foi realizada a audiência, ficou lotado de representantes partidários, estudantes, professores, eleitores, parentes e amigos da desembargadora Nailde Pinheiro, que é natural do município.  

A audiência pública foi marcada pela emoção. A desembargadora estava bastante comovida com a presença de todos, e demonstrou imensa alegria por voltar ao seu município na condição de presidente do TRE-CE. "Sinto-me envaidecida nesta data, retornando ao meu torrão natal, para o lançamento desta campanha de recadastramento biométrico. A partir de hoje, todo eleitor de Aurora ficará obrigado a comparecer ao Cartório Eleitoral até o dia 31 de janeiro de 2018 para a coleta dos dados biométricos".

Participaram ainda da audiência pública, o juiz da 69ª ZE, João Pimentel Brito, a promotora eleitoral, Alessandra Magna Ribeiro, o prefeito de Aurora, João Antônio de Macedo Junior, e o presidente da Câmara Municipal, José Aderlânio Macedo, além de servidores da Justiça Eleitoral e vários representantes da comunidade local. A banda Menino Deus de Aurora executou os Hinos Nacional e Municipal.

O juiz presidente da biometria em Aurora, João Pimentel, ressaltou  que "o processo de revisão biométrica é de grande importância, pois passado o período determinado pelo TRE, todos que não comparecerem terão o título cancelado, o que traz uma série de dificuldades ao cidadão, no que tange ao exercício dos seus direitos políticos e civis". E concluiu: "Peço aos jovens presentes que sejam multiplicadores das informações repassadas nesta audiência pública." 

Em seguida, a coordenadora de Administração do Cadastro Eleitoral do TRE-CE, Lorena Belo, falou aos presentes sobre o Projeto Biometria, no âmbito da Justiça Eleitoral. 

Na tarde desta quinta-feira, 31/8, a presidente do TRE-CE, desembargadora Nailde Pinheiro, ao lado do vice-presidente e corregedor, desembargador Haroldo Máximo, presidiu audiência pública no Fórum de Justiça de Barro, que marcou o início da revisão do título dos 16.938 eleitores do município, que deverão comparecer ao cartório eleitoral até o dia 19 de dezembro deste ano para a coleta dos dados biométricos. 

Ao abrir os trabalhos, no município de Barro, a presidente do TRE-CE afirmou que “o Cartório Eleitoral de Barro está preparado para atender aos eleitores. Não deixem para o último momento, porque depois do próximo dia 19/12, o magistrado remeterá ao TRE o relatório de atendimentos, com pelo menos 70% dos eleitores recadastrados”. 

Participaram da audiência o juiz eleitoral Judson Pereira Spindola Júnior, que responde pela 92ª ZE, o promotor eleitoral, Vitor Soares de Oliveira Fraga, o prefeito de Barro, José Marquinélio Tavares, o presidente da Câmara Municipal, Eurandir de Sousa Sinézio, servidores do TRE e muitos agentes de saúde que atuarão como divulgadores da biometria.

Ao final, foram apresentados dados do Projeto Biometria e esclarecidas dúvidas pela secretária da Corregedoria, Águeda Gurgel. 

Para comodidade dos eleitores, o TRE-CE oferece o serviço de agendamento do atendimento no próprio cartório eleitoral ou através do telefone 148, como também aqui, no site do tribunal.

Cronograma 

Além dos municípios de Aurora e Barro, nesta sexta-feira, 1º de setembro, Lavras da Mangabeira e Mauriti receberão audiências públicas a serem conduzidas pelo vice-presidente e corregedor do TRE-CE, desembargador Haroldo Máximo, marcando o início dos trabalhos de revisão eleitoral e de recadastramento biométrico dos eleitores dos dois municípios até o dia 28 de fevereiro de 2018. Lavras da Mangabeira e Mauriti têm, respectivamente, 25.215 e 35.131 eleitores que deverão comparecer aos cartórios eleitorais até esta data. 

A meta é recadastrar cerca de 75% do eleitorado do Estado do Ceará até as eleições de 2018 e atingir 100% em 2020. Nas próximas eleições, 131 dos 184 municípios cearenses terão concluído o recadastramento biométrico de 100% do eleitorado. Em Fortaleza, a meta do TRE é atingir 45% dos eleitores com biometria nas eleições de 2018.

Últimas notícias postadas

Recentes